Salvaguardas do vinho brasileiro, últimos momentos…

tacas_vinhoedelicias
Enquanto cresce a tensão, em torno do tema salvaguardas do vinho nacional, o governo lança hoje uma nova taxação para vários produtos importados.
Os otimistas, talvez vejam neste ato, a possibilidade do processo de salvaguardas não ser aceito, por um outro lado, a coincidência de datas assusta os temerosos.
Como os colegas sabem, a “Salvaguarda do Vinho Brasileiro”  com o suposto objetivo de preservar a produção nacional,  implicará em aumentos consideráveis no processo de importação do vinho sem falar em cotas e outras propostas mais assustadoras ainda para quem é consumidor e tem liberdade de escolha do que vai para a sua taça, ou seja pagaremos muito mais e teremos muito menos opção de escolha na praça. Lembro que esta iniciativa foi tomada pelos PRODUTORES NACIONAIS, representados pela IBRAVIN, e que tentam nos conduzir a consumir os produtos deles obrigatoriamente, tirando do mercado nacional  os concorrentes, vinhos produzidos em países com experiência de séculos e que não podem ser comparados à nenhum produto nacional, não que não existam produtos nacionais de boa qualidade, existem sim, mas em preço muitas vezes até superior ao similar importado, assim é que eles querem concorrer com o vinho de fora, com preço alto e  na base da imposição e falta de escolha?…

Será que você vai entrar nesta arapuca, só para se dizer patriota e defender o verde/ amarelo em detrimento do seu bolso, da sua taça, do seu prazer, do seu estômago e da sua liberdade?

Lembrem-se de que podemos tomar menos vinho e muito mais cerveja…não acham?
Se as salvaguardas passarem, os produtores de cerveja sim é que terão muito o que comemorar, porque eu e muitos colegas não consumiremos mais vinhos nacionais, em repúdio ao desrespeito com a minha liberdade de escolha, e pela postura de imposição tentada com esta medida.
Eles que melhorem a qualidade e diminuam os preços, brigando SIM pela redução dos impostos dos vinhos nacionais e não pelo aumento dos impostos dos importados.
Simples assim…
Leiam aqui os produtos anunciados hoje (04 de setembro de 2012) com aumento de imposto de importação:

Permaneçam ligados vem coisa por ai nos próximos dias.

Enoabraços

Camila H. Coletti – Vinho e Delícias

2 comentários :

F.Cadete disse...

..Acho bem que os Países queiram proteger a produção nacional..todos deveriam assim proceder!!sem receios de retaliações!!

vinhoedelicias.com.br disse...

Se quer proteger o produto nacional, basta baixar os impostos aplicados sobre ele não nos sobretaxar nos impostados, percebe a diferença?
Deve-se lutar pela popularização do vinho com menores preços e menores impostos, isto sim seria uma luta digna que respeitaria os direitos de escolha e ampliaria o consumo do vinho, como alimento, como ele é encarado nos países europeus.