Notas de degustação - Vinhos da Itália

vinhos-italianos-vinhoedelicias
A Itália até onde se sabe é o país com maios número de uvas autóctones do planeta, sendo seguida de muito perto de Portugal, portanto amigos podem imaginar o que sejam as possibilidades de aromas e de sabores do país? Eu venho me dedicando ao estudo desta descoberta.
Abaixo alguns links para vinhos que considerei especialíssimos em minhas degustações, são muitos outros, mas os que não estão aqui embora eu os tenha degustado podem não ter sido citados pela minha falta de tempos para elaborar suas fichas de degustação,   mas os que estão aqui,  podem ter certeza de que são excepcionais e que me agradaram especialmente.
Antinori – Guado Al Tasso – Bolgueri Superiore Toscana
Boscarelli Vino Nobile di Moltepuciano Moltepuciano - T
Capo Martino - Jermann Friuli
Castello Romitório – Rosso de Montalcino Toscana
Due Lune – Cantine Cellaro Sicília
La Court Nizza  - Barbera d’Asti DOCG Piemonte
Lunarotti – Ribesco Vigna Monticchio Úmbria
Masi Riserva de Costasera – Amarone Clássico Veneto
Mastroberardinho Radici – Taurasi Campania
Morelino di Scansano Riserva San Guiseppe Toscana
Morellino di Scansano Riserva Le Sentinelli Toscana
Rivera Pue Apoliae Púglia
Umani Ronchi – Pelago Marche
Enoabraços,
Camila H. Coletti – Vinho e Delícias

2 comentários :

F.Cadete disse...

..Por isso, acho que Portugal não devia ir atrás das modas...sauvignon,merlot,chardonay,e outras..e preocupar-se em valorizar as castas que tem...indo à luta com as suas "armas"...pois só estamos a ser um pouco "mouton de panurges"

vinhoedelicias.com.br disse...

Apoio sua colocação...Tenho grande admiração pela diversidade de castas de Portugal, mais de 300...sou fã de muitas que já conheço...Portugal deve se orgulhar de seu terroir e da expressão de suas castas autóctones!!!
Obrigada pela participação